Inspiração

[EN below]

 

E porquê fazer uma coisa destas? O que é que vais ganhar com isto? Não te vais cansar? E… ? E…? E…?

Já várias pessoas (incluíndo-me também nesta lista) me perguntaram o porquê desta viagem. Penso que já expliquei o motivo básico por trás disto, mas há algo mais…

Sempre tive a ideia de fazer algo diferente, um projecto pessoal de uma dimensão considerável que me tirasse da zona de conforto e me causasse dúvidas e problemas para resolver ao longo do caminho. Além disso sempre quis fazer algo de que me possa orgulhar quando for “velho”. Algo para contar aos netos vá. Algo que mantenha uma chama de aventura e não me deixe entrar e aceitar confortavelmente a rotina inevitável dos próximos anos da minha vida adulta. E eis que há dois anos me deparo com este pequeno filme no Youtube (vejam mesmo, são 5min e vale a pena):

Life Lessons From a 7-Thousand-Mile Bike Ride

Jedidiah Jenkins despediu-se de um trabalho que gostava e pedalou desde a sua casa, Oregon até à Patagónia. Estes 5 minutos retratam bem a motivação dele e eu fiquei desde então com o bichinho de uma viagem de bicicleta (Mãe, Pai, a culpa é deste maluco) de longa duração, especialmente porque desde que me meteram um livro do Sepúlveda nas mãos sou fascinado pela Patagónia (Pai, Mãe, isto é culpa vossa).

Dois anos depois, agora com algum tempo e amigos pela Europa fora chegou a minha vez de me fazer à estrada. Numa escala mais pequena é certo, mas com a mesma curiosidade que Jedidiah e a mesma que terei quando chegar a minha vez na Patogónia.

 


Why do this? What are you going to get from that? Won’t you get tired? What if? What…?

Several persons (myself included) have asked me why I’m taking this trip. Though I’ve explained the basic reasoning behind that, there is something more…

I always had the urge to do something radically different, a big personal project that takes me out of my comfort zone and causes me doubts and problems along the way. Besides, I’ve always wanted to do something to be proud off when I’m “old”.  Something to brag about to my grandchildren, one may say. Something to keep the adventurous spark and does not let me comfortably slip into the unavoidable routine of the next years of my adult life. And suddenly, two years ago, I stumble upon this wonderful video (do take 5min to watch it, its worth it):

Life Lessons From a 7-Thousand-Mile Bike Ride

Jedidiah Jenkins quit a job he loved and cycled from his home in Oregon all the way to Patagonia. These 5 minutes explain really well his motivation and I was hooked ever since to the ideia of a long bike tour (Mom, Dad it’s this guy’s fault), specially because ever since I’ve had a Sepúlveda book in my hands I was fascinated by Patagonia (Mom, Dad, this is on you).

Two years later, now with some time and friends throughout Europe, it’s my time to get on the road. On a smaller scale, but with the same curiosity as Jedidiah and the same curiosity I’ll have when it’s my turn in Patagonia.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s